Boas práticas para combater violência doméstica de Lucas do Rio Verde são apresentadas na capital

As ações desenvolvidas pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica de Lucas do Rio Verde foram apresentadas nesta semana durante o I Encontro da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica contra a Mulher, em Cuiabá. O evento foi realizado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar – Cemulher em parceria com a Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso – Esmagis-MT nos dias 28 e 29 de novembro.

A supervisora da Assistência Social da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, Gisele Bellotti, apresentou os desafios de Lucas do Rio Verde no acolhimento das vítimas.

“O evento contou com quatro palestras de representantes fantásticos que fizeram uma sensibilização quanto à importância de a gente ter estratégias e ações que venham minimizar o impacto da violência. Acabar com ela é difícil, mas a gente cria estratégias de proteção a essa mulher e principalmente ações preventivas que venham trazer uma conscientização. Conseguimos ver que Lucas do Rio Verde está no caminho certo. Foram dez municípios escolhidos para apresentar as boas práticas. O evento trouxe muita reflexão sobre a questão da violência, do cuidar dessa mulher, do atender, do acolher, mesmo que ela não aceite talvez fazer as denúncias, ir atrás dos canais, mas que seja oferecido para ela com qualidade, com serviço e que ela sabe exatamente que existe uma rede de apoio”, avaliou Gisele.

Entre as práticas, foi apresentado no I Encontro o Momento Mulher, que são as rodas de conversa nos bairros com mulheres moradoras de Lucas do Rio Verde, servidoras da Prefeitura de Lucas do Rio Verde para divulgar os canais de denúncia e o projeto Precisamos Falar, que são conversas sobre violência doméstica e machismo com o público masculino no município.

Para a secretária de Assistência Social e Habitação, Janice Ribeiro, essa soma de esforços fortalece a rede de enfrentamento para trabalhos que vão além das campanhas de combate a violência doméstica.

“Fico muito contente por Lucas do Rio Verde ter sido escolhida entre as dez cidades de Mato Grosso para mostrar as práticas já existentes aqui. A nossa supervisora de Assistência Social, Gisele Bellotti, voltou com novas ideias e o momento agora é fortalecer essa rede de enfrentamento para que cada vez mais a cidade esteja preparada para combater este crime. O Momento Mulher nasceu dessa ideia, para dar oportunidade às pessoas a abrir o coração e entender os tipos de violência que existem. O diálogo é aberto também aos homens, com o Precisamos Falar, não só para eles entenderem o que é assédio, abusos, mas também para dizer se também são vítimas, mesmo as mulheres sendo a maioria dos casos”, definiu.

Fonte: Cenário MT

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas