Em MT, 29 candidatos já desistiram e 10 foram barrados pelo TRE

Dos 593 candidatos registrados no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) para concorrer às eleições deste ano, 29 renunciaram no decorrer do processo e 10 tiveram seus registros indeferidos pelo órgão.

A informação consta no Divulgacand, o portal do Tribunal Superior Eleitoral que concentra informações sobre candidaturas em todo o Brasil.

A 23 dias das eleições, o TRE ainda tem 72 registros de candidatura a serem julgados.

O nome mais conhecido que teve a candidatura indeferida até agora é o da ex-prefeita de Chapada do Guimarães, Thelma de Oliveira (PSDB).

Em decisão unânime, a ação, que teve como relator o juiz do TRE, Jackson Coutinho, evidenciou que a candidata teve as contas rejeitadas em decisão definitiva da Câmara Municipal de Chapada, referente ao exercício de 2018.

Diante disso, foi constatado ato doloso de improbidade administrativa, “suficiente para fins da inelegibilidade suscitada”.

Em 2021, Thelma chegou a ser declarada inelegível pelo prazo de oito anos, a contar das eleições municipais de 2020, pela prática de abuso de poder político. A decisão foi derrubada pelo TRE em março deste ano, o que possibilitou a ex-prefeita se registrar ao pleito.

Entre os que renunciaram às suas pretensões a deputado federal, está o delegado Flávio Stringueta (Republicanos). Já o produtor rural Diógenes Jacobsen (PSB), desistiu da suplência na vaga na chapa do senador Wellington Fagundes (PL).

Jacobsen foi substituído pela ex-prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PL).

Fonte: www.midianews.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas