MATO GROSSO PODE ELEGER EM OUTUBRO A PRIMEIRA DEPUTADA ESTADUAL TRANSEXUAL

Suplente de vereadora pela cidade de Campo Novo do Parecis, a estudante de direito Valkiria Rocha Brandão foi convidada para disputar as eleições de outubro em Mato Grosso. Caso seja eleita, ela será a primeira transexual a conquistar uma cadeira no Parlamento estadual.

O convite partiu do deputado estadual Dilmar Dal Bosco, vice-presidente da Assembleia Legislativa, para disputar as eleições pelo Democratas, que agora, após a fusão com o PSL aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), passou a se chamar União Brasil.

Aos 30 anos, Valkiria disse que se sentiu honrada pela convite, entretanto, ela diz que  tem lutado contra o preconceito e não tem muita certeza se realmente é este o projeto que quer para sua vida, já que por causa de sua opção sexual, passou por muitas humilhações no meio político nas eleições das quais participou em seu município.

Em entrevista ao Olho Vivo Mato Grosso, Valkiria disse que, se fosse eleita deputada estadual, representaria a área do esporte. Para ela, o esporte tem o poder de transformar a vida de crianças, adolescentes e jovens. Ela buscaria incentivos do Governo do Estado para apoiar os atletas que se destacam nos esportes, criando, assim, oportunidades na vida desses atletas.

“Minha proposta é que se tenha uma vida mais gregária e coletiva. Nós vivemos uma crise de coletividade, as pessoas estão desamparadas e desacolhidas”, declarou Valkiria, que se dedica a trabalhos na área social. “A visão da mulher é lúdica. Do homem, é bélica. Enfrentamento é uma palavra machista. O núcleo político e econômico é o osso que os homens não querem largar e por isso é muito difícil para as mulheres penetrarem, especialmente  uma mulher trans., que é a quinta pessoa depois do ninguém”, filosofa a pré-candidata.

Em um eventual mandato, Valkiria colocaria a Educação como uma de suas prioridades, em virtude dos dados alarmantes de violência e bullyng contra estudantes LGBTQI+ e outras minorias. A saúde pública e a área da segurança também serão duas áreas que merecerão uma atenção especial de sua parte.

“Representatividade é muito importante, mas projeto político, compromisso ético, conduta ilibada, atuação política, diálogo com os movimentos populares e instituições da sociedade civil, e senso de compromisso social, são outros tão importantes quanto”.

Fonte: https://olhovivomt.com.br/

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas