OAB-MT decide pela paridade para composição da Lista Sêxtupla

“Fizemos história hoje, me sinto muito feliz e honrada por presidir essa sessão”, afirmou a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Gisela Cardoso, após a aprovação, por aclamação, da proposta de paridade na Lista Sêxtupla, durante a Sessão Ordinária do Pleno da Seccional, na tarde desta quinta-feira (26), no auditório da OAB-MT.
O Pleno do Conselho Estadual definiu as regras para o edital o edital de abertura do procedimento para composição da Lista Sêxtupla, que concorrerá à vaga de desembargador no Tribunal de Justiça do estado de Mato Grosso (TJMT), pelo Quinto Constitucional, classe da advocacia.
A Lista Sêxtupla será paritária, pela primeira vez na história, e será formada por três advogadas e três advogados. “Para mim é uma vitória, uma conquista, talvez uma missão. Como mulher na diretoria, agora na presidência, da OAB-MT eu sempre busquei uma participação maior das advogadas. Hoje as mulheres não apenas compõem numericamente, mas elas participam efetivamente das decisões da Ordem. Essa votação, que garante a paridade na Lista, é um reconhecimento, do Sistema como um todo, ao trabalho que vem sendo realizado por todas as advogadas em prol da advocacia mato-grossense”.
A Resolução 448/2023, com todas as regras detalhadas, já foi publicado no site da OAB-MT. Confira aqui.
O edital será publicado na próxima segunda-feira (30/10).
Além dos conselheiros e conselheiras do Pleno, participaram da sessão toda a diretoria da Seccional, conselheiros federais, presidentes de Subseções, diretores de órgãos da Ordem e de Comissões Temáticas, além advogados, jornalistas e público em geral.
Fonte: OAB/MT

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas