Tereza, Presente!

O 25 de Julho – Dia Internacional das Mulheres Negras Latino Americanas e Caribenhas é uma data política de reafirmação da necessidade de toda a sociedade enfrentar o racismo e o sexismo, frutos do processo histórico de discriminações raciais, sociais e de gênero.
Como um marco internacional de luta e resistência das mulheres negras, no Brasil é também celebrado o Dia Nacional de Tereza de Benguela, uma líder quilombola de destaque que resistiu à escravização de pessoas negras e indígenas.
❌Afinal, a realidade das mulheres negras não deixa dúvidas da combinação perversa existente no capitalismo entre machismo e racismo. Uma situação agravada por séculos de escravidão e que se agrava cada vez mais em momentos de crise capitalista.
O 17° Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na última quinta-feira (20), revelou o aumento da violência contra as mulheres em 2022, notadamente o crescimento de 8,2% no número de estupros. Ao se analisar o recorte racial, verifica-se que as mulheres negras são maioria entre as vítimas: 56,8%.
Não somente hoje, mas todos os dias seguimos em luta por reparação e bem viver!
#JulhoDasPretas #mulheresnegras #mulheresnegraspe #pelobemviver

Fonte: @plp_rede_nacional

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas