Autor de feminicídio no sul de MT tem prisão em flagrante convertida em preventiva

O juízo da Vara Criminal de Juscimeira converteu em preventiva a prisão em flagrante do autor confesso do feminicídio de Rosângela Oliveira da Silva, assassinada no início desta semana pelo namorado. Ele foi preso na cidade de Ibotirama, no interior baiano, na quarta-feira (03.04), após uma força-tarefa das Polícias Civil e Militar de Mato Grosso, Goiás e Bahia.

C.F.S., de 34 anos, foi preso no interior da Bahia, após fugir de Juscimeira levando o veículo, celular e cartão bancário da vítima, e tentar despistar as buscas policiais fazendo viagens de táxi e ônibus.

Em audiência de custódia na quinta-feira (04), o magistrado de Juscimeira, Alcindo Peres da Rosa, homologou o flagrante e converteu a prisão em preventiva. A Delegacia de Ibotirama providenciará a transferência do autor do feminicídio para Mato Grosso.

A prisão foi resultado de uma ação integrada e colaboração das Polícias Civil e Militar dos estados de Mato Grosso, Goiás e Bahia.

Durante o interrogatório, ele confessou o crime, mas negou que tenha cometido outras agressões contra a vítima. Contudo, Rosângela, de 49 anos, apresentava equimoses no braço, pescoço e boca, sinais que indicam ter havido luta corporal entre ela e o agressor.

Crime e fuga 

Após matar a namorada, na noite da última segunda-feira, alegando ciúmes durante uma discussão com a vítima, C.F.S. pegou o veículo da namorada e dirigiu até Rondonópolis, deixando o Fiat Cronos no pátio de um posto de combustíveis. Em seguida, foi de táxi até a cidade de Jataí, no sudoeste goiano, onde pegou um ônibus até Goiânia e de lá comprou duas passagens, uma para Sergipe, com a intenção de despistar a polícia e outra com destino a sua cidade natal, no interior da Bahia.

O veículo da vítima foi localizado pela equipe de investigação da Delegacia da Mulher de Rondonópolis, no estacionamento de um posto de combustíveis da cidade, e foi restituído aos familiares de Rosângela.

Com informações da inteligência das Polícias Civil e Militar goiana, a equipe de investigação de Mato Grosso apurou que ele embarcou de ônibus para Goiânia, de onde comprou uma passagem para Aracaju (SE), contudo, não embarcou.

A delegada de Juscimeira, Juliana Buzetti, detalhou que a passagem comprada para Sergipe foi uma tentativa de despistar as buscas policiais. “Com apoio importante de informações das Polícias de Goiás e da Bahia, chegamos ao paradeiro dele, que seguia para o interior baiano, com destino, provavelmente, à região onde nasceu”, explicou.

Fonte: PJC/MT

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas