Filha de ministro nega convite de Lúdio para compor possível chapa à Prefeitura de Cuiabá

A presidente do PSD Mulher em Mato Grosso, Rafaela Fávaro, filha do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD), negou ao HNT o convite do deputado estadual Lúdio Cabral (PT) para compor como vice em sua chapa à Prefeitura de Cuiabá. Rafaela avalia como “natural” uma possível aproximação futura das siglas, uma vez que o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), conta com o apoio do PSD ao pré-candidato da Federação Brasil Esperança (PT, PV e PCdoB) em Cuiabá.

No entanto, Rafaela afirmou que a indicação de Lúdio como aposta do Partido dos Trbalhadores é recente – foi feita nesta quinta-feira (14), anunciada pela presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann – e esse diálogo ainda não ocorreu.

“Fico muto honrada com a lembrança do meu nome, mas é uma coonversa que ainda não aconteceu. Acho que é natural o PSD inidicar um vice, mas essa conversa vai acontecer nas próximas semanas, próximos meses. Lúdio foi indicado ontem como pré-candidato do PT, então, é algo que ainda não aconteceu”, esclareceu Rafael Fávaro ao HiperNotícias nesta sexta-feira.

O próprio Lúdio Cabral ainda não expôs nomes para um possível vice. Depois do anúncio de Gleisi, o primeiro ato do pré-candidato foi fazer uma ligação para sua oponente interna, a ex-deputada federal Rosa Neide (PT), destacando, segundo ele, sua relevância como líder dentro partido e a importância na participação das articulações dentro da Federação com PCdoB e PV para conseguir o apoio das siglas aliadas à sua chapa à Prefeitura de Cuiabá.

Como primeiro nome apontado após a oficialização de Lúdio como pré-candidato, Rafaela Fávaro disse que essa conjectura é algo que ainda não teve tempo de refletir e, por enquanto, não absorveu a possibilidade de encabeçar esse projeto político. Enquanto as discussões internas não ocorrerem, ela se dedicará à militância do PSD e ao trabalho como assessora no gabinete do deputado estadual Paulo Araújo (PP) – parlamentar que já sinalizou apoio à pré-candidatura do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União Brasil).

“É algo que nem comecei a pensar ainda. Como disse, não teve uma conversa nesse sentido, nenhuma abordagem. Não tive esse pensamento, continuo como jornalista e militante do PSD. Sou presidente do PSD Mulher em Mato Grosso e vou continuar trabalhando pelo grupo nesse sentido”, finalizou Rafaela.

Fonte: HNT – Hipernotícias

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas