Jovem é assassinada pelo marido e tem corpo jogado no lixão

O corpo de Ângela Rocha Pereira, 22 anos, foi encontrado por um catador, em um aterro sanitário, em Colniza (1.065 km de Cuiabá), na tarde do último domingo, 24 de abril. O cadáver já estava em estágio avançado de decomposição e apresentava várias marcas de faca pelo corpo. O marido de 24 anos, é o principal suspeito de cometer o crime.

A vítima apresentava ferimentos causados por arma cortante e sinais de queimaduras pelo corpo. Foram identificados 14 ferimentos e o corpo não estava em decomposição, mas sim, parcialmente queimado.

Um vídeo divulgado pelo site Gazeta Digital mostra os últimos momentos da vítima em casa. No vídeo que está com as imagens escuras, não é possível ver muita coisa, mas é possível ouvir uma discussão entre os dois, seguido de 3 pancadas e um grito.

Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local e o corpo de Ângela passou por perícia sendo confirmada a identidade.

A vítima deixa duas crianças.

A equipe da Polícia Civil realiza diligências para localização do suspeito e esclarecer as causas do crime. O suspeito do crime fugiu levando a filha do casal, de um ano e meio de idade. Ele teve a prisão preventiva decretada nesta terça-feira (26) pelo juízo da Comarca de Colniza após representação encaminhada pelo delegado Bruno França Ferreira, com parecer favorável do Ministério Público.

Denuncie

Mulheres que estão passando por situação de violência doméstica podem contar com duas formas de buscar ajuda do Poder Público sem precisar sair de casa.

Medida Protetiva online – Pode ser solicitada pelo site. Clique em “Solicitar Medida Protetiva” e depois em “Iniciar Pedido de Medida Protetiva”.

SOS Mulher – Botão do Pânico – Aplicativo que deve ser instalado no celular e poderá ser utilizado para mulheres com medidas protetivas determinadas judicialmente e que morem em em Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres e Rondonópolis, cidades com unidades do Ciosp instaladas.

Fonte: www.estadaomatogrosso.com.br/policia

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas