Morre servidora esfaqueada por maníaco; médica está internada

A agente de saúde Regy Rouse Lopes de Oliveira, de 51 anos, morreu na noite de quinta-feira (25), após ser atacada a facadas, no final da tarde do mesmo dia, por um homem na unidade de Estratégia Saúde da Família (ESF), em Primavera do Leste (distante a 234 km de Cuiabá).

A médica Jaqueline Matos da Croce, de 31 anos, que também foi atacada, segue em estado grave.

O crime aconteceu quando um homem de 34 anos chegou ao postinho que fica no bairro São José armado com uma faca. Ele esperou um atendimento terminar para entrar no consultório e esfaquear a médica. Ela está gestante de quatro meses e foi atingida no abdômen.

Não satisfeito, ao sair do postinho, ele ainda esfaqueou Regy na direção do tórax, fugindo em seguida. Ele foi encontrado por policiais instantes depois nas proximidades da unidade de saúde.

Ao ser preso, relatou que não havia gostado do atendimento que recebeu na unidade de saúde por outra pessoa e, que por isso, voltou para se vingar.

Por meio de nota, a Prefeitura de Primavera do Leste lamentou a morte da servidora e decretou luto oficial de três dias.

“Que a Coragem e o amor pelo próximo que Regy Rouse Lopes de Oliveira demonstrou pelos seus companheiros de trabalho seja eternamente lembrado e que Deus seja o conforto para os amigos, companheiros e, principalmente os familiares”, afirmou em trecho da nota.

A Prefeitura disse, ainda, prestar toda a assistência necessária às famílias e que já estuda ações para dar mais segurança aos profissionais.

O corpo da agente de saúde será velado e sepultado em Primavera do Leste.

Fonte: www.midianews.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas