Mulher é chamada de “urubu preta” por moradora de condomínio

Uma mulher que trabalha como doméstica no condomínio de luxo Carpe Diem, em Sinop, denunciou na quarta-feira (13) que foi vítima de racismo por uma das moradoras do local.

Em um boletim de ocorrência, a mulher conta que foi chamada de “urubu preta” pela moradora. O episódio de racismo ocorreu no dia 7 de abril, mas só foi denunciado quase uma semana depois.

A profissional compareceu na delegacia de Sinop e relatou que na manhã do dia 7 estava esperando na portaria do condomínio para ser identificada e poder ir até a casa onde trabalha.

Enquanto aguardava, uma moradora chegou em um carro e buzinou para a vítima e outras trabalhadoras que estavam com ela. Consta no boletim de ocorrência que a mulher disse que “ali não era o lugar delas”.

As ofensas continuaram até o momento em que a moradora foi passar pela cancela, quando parou ao lado das mulheres e se dirigiu à vítima dizendo: “Sai da frente, sua urubu preta”.

A trabalhadora disse que se sentiu constrangida com a situação e por isso denunciou a moradora por injúria mediante preconceito.

A mulher não foi presa, mas a Polícia Civil investiga o caso.

Fonte: https://www.midianews.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas