Mulher surta em lanchonete, destrói o lugar e ofende funcionárias: “Negrinhas fedidas”

A Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) foi acionada e prendeu em flagrante, neste sábado (3), uma mulher que causou confusão em lanchonete, onde quebrou equipamentos, produtos, tentou agredir policiais e atendentes, além de proferir falas racistas contra funcionários do local. O crime foi registrado na cidade de Confresa (1.160km de Cuiabá).

Em vídeo registrado por clientes que consumiam no local, a mulher, cujo nome não foi divulgado, aparece irritada, tentando agredir funcionários e quebrar objetos da lanchonete. (Veja o vídeo no fim da matéria)

Segundo a proprietária do estabelecimento, a confusão começou quando faltou uma porção de batata frita no pedido da cliente. Mas antes disso, ela já mostrou comportamento alterado e agressivo com os funcionários, quando o pagamento do pedido demorou a se realizar. As ofensas foram de cunho racista, segundo a denúncia: “Suas negrinhas pretas, suas negrinhas fudidas. Eu sou branca e tenho duas filhas pretas e nem por isso eu tenho que deixar de xingar essas negrinhas fudidas”, disse à mulher.

Durante abordagem policial, ela disse que só entraria na viatura algemada. Foi necessário uso moderado de força pelos policias, que foram empurrados ao tentar detê-la. Por fim, foi de fato algemada e colocada na viatura.

Segundo o boletim de ocorrência, durante o percurso ela se negou a passar os dados pessoais e desacatou os policiais, chamando-os de “hipócritas, bandidos e filhos de uma égua”. Disse ainda que os policiais “não sabiam com quem estava mexendo”.

A mulher foi autuada por injúria mediante preconceito, desacato, ameaça, perturbação, desobediência e crimes contra o patrimônio.

Fonte: www.nortonoticias.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas