Pai que drogou e estuprou a filha de 8 anos é solto após 24 horas de prisão em Mato Grosso

Nessa quinta-feira (28), um segurança de 31 anos, suspeito de drogar e abusar sexualmente de sua filha de apenas 8 anos de idade, foi libertado em Peixoto de Azevedo, Mato Grosso. A sua soltura ocorreu em menos de 24 horas após sua prisão.

A denúncia contra o pai partiu da escola onde a menina estuda, pois os educadores observaram mudanças significativas em seu comportamento. A escola reportou as preocupações às autoridades, o que levou à prisão do suspeito.

A defesa do segurança entrou com um pedido de soltura, o qual foi prontamente aceito pelo juiz responsável pelo caso. O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) justificou a prisão preventiva do suspeito alegando que ele havia descumprido medidas protetivas que haviam sido impostas contra ele anteriormente. No entanto, durante a análise do caso, não foram encontrados elementos que corroborassem com o descumprimento das medidas, levando à revogação da prisão.

O TJMT manteve o caso em sigilo de Justiça, e as investigações prosseguem. O suspeito se entregou à Polícia Civil na noite da quarta-feira (27) e foi preso preventivamente. No dia seguinte, ele prestou depoimento às autoridades policiais.

A libertação do suspeito gerou indignação e preocupação entre a comunidade local, levantando questões sobre a eficácia do sistema legal e a proteção das vítimas de abuso sexual, especialmente crianças. O caso continua sendo acompanhado de perto pelas autoridades e pela população.

Fonte: Cenário MT

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas