Polícia Civil prende duas pessoas que torturaram mulher com pauladas nas mãos em Primavera do Leste

Duas pessoas, entre elas uma menor de idade, envolvidas em crime de tortura praticado contra uma jovem no município de Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá) foram detidas pela Polícia Civil, no sábado (11.11), em ação realizada pelos policiais da Central de Flagrantes do município.

A ação resultou na prisão em flagrante de um jovem de 18 anos, ex-convivente da vítima, e na apreensão de uma adolescente de 17 anos também responsável pelas agressões praticadas contra a vítima. Os conduzidos responderão por organização criminosa, tortura, lesão corporal e ameaça.

As diligências iniciaram por volta das 13h50 quando a equipe do plantão foi acionada sobre uma jovem, de 23 anos, que havia sido agredida por integrantes de uma facção criminosa. Segundo informações a vítima estava em uma conveniência no bairro São Cristóvão quando foi levada à força por suspeitos para uma residência onde foi agredida e torturada com um pedaço de madeira.

As investigações apontaram que a vítima sofreu um “salve”, a pedido do ex-companheiro com quem havia terminado o relacionamento dias antes. Na data do fato, o suspeito viu a vítima em uma festa, fato que teria motivado o crime. Na casa para a qual ela foi levada, foi realizada uma chamada de vídeo para líder da facção criminosa que determinou como “sentença” para a vítima que ela levasse 15 pauladas nas mãos.

Após ser liberada pelos criminosos, a vítima foi socorrida por terceiros que acionaram a Polícia. A vitima se escondeu das forças policiais por medo, de sofrer novas agressões da facção criminosa, porém foi localizada nas diligências. Ela se encontrava em choque e com diversas lesões corporais, inclusive com dedos das mãos quebrados.

Durante as diligências, os policiais conseguiram identificar a participação do ex-convivente da vítima no crime, assim como da menor de 17 anos. O suspeito não aceitava a separação e mentiu para a organização para exigir a tortura como forma de castigo da sua ex-convivente. Já a adolescente apreendida é apontada como “disciplina” de mulheres na organização criminosa no município.

Os suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes, onde após se interrogado, pela delegada Anamaria Machado Costa, o jovem foi autuado em flagrante por ameaça, lesão corporal, tortura e organização criminosa. A menor de idade também foi ouvida e responderá por ato infracional análogo aos mesmos crimes.

Fonte: PJC/MT

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas