Superintendente do Sistema Penitenciário é preso por ameaçar e agredir namorada em MT

Superintendente da região leste do Sistema Penitenciário, João Batista Alves Borba, 44, foi preso em flagrante por agredir e ameaçar a namorada na madrugada desta sexta-feira (13), em um hotel, em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá). Vítima alegou que o agente é possessivo e que a relação é conturbada. A arma dele foi apreendida dentro da suíte em que eles estavam.

Segundo informações, a Polícia Militar foi acionada por volta das 02h para atender uma ocorrência de violência doméstica. Testemunha, disse que uma jovem de 23 anos estava trancada dentro do quarto e o namorado não a deixava sair.

No local, os policiais encontraram a vítima no corredor do hotel. Chorando desesperadamente, ela relatou que está em um relacionamento conturbado com o policial penal e que já brigaram outras vezes em Cuiabá.

Segundo ela, na tarde de quinta, eles foram para um barzinho confraternizar com os amigos e, depois que ela foi cumprimentar uma amiga em outra mesa, o suspeito passou a ter crise de ciúmes. Ele alegou que na mesa tinha um homem e passou a tratá-la mal e com agressões verbais.

O casal foi embora, mas no hotel, a situação piorou. Para intimidar a mulher, ele retirou a arma da cintura, deixou ela em cima de um balcão e passou a desferir palavras de baixo calão. Vítima pediu para ir embora, por volta da 1h30, mas o suspeito ficou descontrolado e a jogou na cama, a impedindo de deixar o local.

Vítima narrou ainda que aproveitou o momento em que o suspeito estava nu e para conseguiu fugir do quarto, pedindo ajuda na recepção do hotel. Ao perceber que a polícia estava sendo chamada, o policial penal deixou o local. Quando a equipe chegou, encontrou a arma de fogo municiada na suíte. Ela foi apreendida.

Em rondas, nas proximidades do hotel, João foi localizado, preso e encaminhado para a delegacia da cidade, sendo autuado pelo crime de violência doméstica.

Reportagem do GD foi informada que Secretaria-adjunta de Administração Penitenciária da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) abriu a instauração de um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta do servidor.

O secretário de Segurança Pública, coronel PM César Roveri informa que assim que tomou conhecimento dos fatos, adotou todas as medidas legais e determinou o afastamento do policial penal. Também será instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta do servidor. O policial penal foi detido pela Polícia Militar em Barra do Garças e entregue aos cuidados da Polícia Judiciária Civil, responsável por conduzir a investigação na esfera criminal.

Fonte: Gazeta Digital

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas