Suspeito mutila genitália de mulher, foge com bebê e é preso em MT

A Polícia Civil prendeu ontem (18) José Odair Ildefonso Ribeiro, de 42 anos, suspeito de mutilar a genitália da sua companheira de 21 anos e ameaçá-la com uma espingarda, em um barraco no meio da mata a 260km de Taquaruçu do Norte, um assentamento localizado no município de Colniza (a 1.090 km de Cuiabá).

Com ele, os policiais civis encontraram a bebê de nove meses, que é filha da vítima, além de mais duas crianças, filhos da outra companheira dele e irmã da vítima. Uma pessoa que dava apoio na fuga também foi presa.

A criança será entregue à mãe após passar por atendimento médico. O local onde o criminoso foi localizado era um barraco de lona, sem qualquer estrutura, o que expôs as crianças a perigo e insalubridade.

O investigado foi encaminhado para a Delegacia de Colniza e posteriormente para uma unidade prisional. O delegado Bruno França destacou o empenho da equipe nas buscas pelo autor do crime bárbaro.

“Nossos policiais fizeram inúmeras diligências para localizar o foragido que cometeu esses crimes brutais contra sua companheira e conseguimos, enfim, cumprir a prisão e resgatar a criança”.

A Polícia Civil prendeu ontem (18) José Odair Ildefonso Ribeiro, de 42 anos, suspeito de mutilar a genitália da sua companheira de 21 anos e ameaçá-la com uma espingarda, em um barraco no meio da mata a 260km de Taquaruçu do Norte, um assentamento localizado no município de Colniza (a 1.090 km de Cuiabá).

Com ele, os policiais civis encontraram a bebê de nove meses, que é filha da vítima, além de mais duas crianças, filhos da outra companheira dele e irmã da vítima. Uma pessoa que dava apoio na fuga também foi presa.

A criança será entregue à mãe após passar por atendimento médico. O local onde o criminoso foi localizado era um barraco de lona, sem qualquer estrutura, o que expôs as crianças a perigo e insalubridade.

O investigado foi encaminhado para a Delegacia de Colniza e posteriormente para uma unidade prisional. O delegado Bruno França destacou o empenho da equipe nas buscas pelo autor do crime bárbaro.

“Nossos policiais fizeram inúmeras diligências para localizar o foragido que cometeu esses crimes brutais contra sua companheira e conseguimos, enfim, cumprir a prisão e resgatar a criança”.

Leia Também:  Minutos antes de fazer cirurgia, paciente foge de hospital em MT.

O crime

José Odair foi acusado pela companheira de agressão e tortura, após ingerir bebida alcoólica no último dia 13 de maio.

Popularmente conhecido como “Negão das Duas”, o suspeito também possui um relacionamento com a irmã da vítima, de 23 anos, que tentou ajudá-la e acabou sendo agredida.

A Polícia Civil solicitou apoio da Polícia Militar da região, encontrando a mulher na residência com ferimentos, hematomas e com a lesão na genitália, já infeccionada.

Ela foi encaminhada para uma unidade de saúde de Colniza, diante da gravidade dos ferimentos. Em depoimento, a vítima afirmou que tinha um relacionamento com o suspeito e que ele chegou em casa agressivo, bêbado e tiveram uma discussão.

José Odair começou a sessão de tortura com socos e chutes, além de tentar atirar contra a vítima. Como a arma falhou, ele quebrou o cano da espingarda na cabeça da mulher e depois mutilou a sua genitália.

A vítima e a irmã foram impedidas de sair de casa para pedir ajuda. Cerca de 24h após as agressões, quando os vizinhos foram à residência e se depararam com a situação de violência, foi possível pedir socorro e acionar a polícia.

Fonte: minutomt.com.br

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionadas